Pesquisas

Estão sendo desenvolvidas pesquisas objetivando o tratamento tanto dos sintomas quanto da causa da AME em diferentes centros no mundo.

Uma página que traz uma atualização constante, já agrupando o que existe de específico na doença, em inglês é a da organização Treat-NMD network, http://www.treat-nmd.eu/research/clinical-research/sma-current-trials/.

A esperança de contarmos no futuro com um tratamento para estas doenças deve ficar acesa. No entanto cabe o alerta de que não há no presente momento nenhuma terapia curativa comprovada e liberada para o tratamento. Para que isto ocorra é necessário que a terapia se mostre viável em “tubo de ensaio” e em testes com animais de laboratório. Depois, estas mesmas terapias são testadas em seres humanos, e, apenas quando comprovadamente não causarem danos e se mostrarem eficazes, o que depende de testes em muitos seres vivos é que estas terapias são liberadas como forma de tratamento para uma doença.

Material atual pode ser encontrado no jornal que sera distribuído aos inscritos no evento de 22 de outubro no Rio de Janeiro  (colocar na aba publicação: para receber o jornal que sera distribuído no evento, com pequena cobrança (20 reais?) para os que quiserem o envio do mesmo e não estiverem inscritos?

Alexandra Prufer de Queiroz Campos Araujo
Professora Associada de Neuropediatria da UFRJ